Projeto de Iniciação Científica de Matemática


O que é o Projeto de Iniciação Científica de Matemática?


Lançado em 2016, o Projeto de Iniciação Científica de Matemática é uma ação fundamental do Programa Matemática na Rede: preparando campeões. Ele visa transmitir aos estudantes a cultura matemática básica e treiná-los no rigor da leitura e da escrita de resultados, nas técnicas e métodos e na independência do raciocínio analítico por meio de Resolução de Problemas.

Com isso, pretende-se despertar a vocação científica do estudante, estimular a criatividade por meio do confronto com problemas da Matemática e preparar para participar das edições de Olimpíadas Científicas de Matemática no Estado do Espírito Santo e no Brasil.

Nesse projeto, os estudantes participam de atividades orientadas por professores selecionados em processos seletivos específicos para atuarem como Professores Orientadores de Iniciação Científica de Matemática.

Esses professores recebem formação contínua pelos Coordenadores Regionais, indicados pela Coordenação Acadêmica e pelo Comitê Gestor do Programa Matemática na Rede: preparando campeões.

O Projeto de Iniciação Científica de Matemática é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Educação (SEDU), em parceria com a Coordenação Regional da OBMEP/ES e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES).


Objetivos

Os principais objetivos desse projeto são:

  • Identificar estudantes que têm habilidades matemáticas e aqueles que foram premiados em edições anteriores de Olimpíadas Científicas e incentivá-los para a vocação científica em Matemática ou em outras Ciências;
  • Selecionar estudantes interessados em desenvolver e aprofundar os seus conhecimentos matemáticos, por meio de resolução e redação de soluções de problemas, leitura e interpretação de textos matemáticos e estudo de temas de modo aprofundado e com o rigor matemático;
  • Organizar e oferecer para os estudantes selecionados encontros preparatórios presenciais e virtuais de Iniciação Científica de Matemática, com materiais didáticos específicos, desenvolvidos e orientados pelos Professores de Matemática;
  • Incentivar a atuação dos estudantes de Iniciação Científica para serem Alunos Monitores de Matemática em suas respectivas instituições de ensino;
  • Desenvolver nos estudantes algumas competências e habilidades tais como: sistematização, generalização, analogia e capacidade de aprender por conta própria ou em colaboração com os demais colegas;
  • Incentivar o aprimoramento matemático dos professores, em especial dos Professores Orientadores de Iniciação Científica, estimulando uma articulação entre as escolas e as instituições de nível superior;

Metodologia

Anualmente, desde 2016, o Projeto de Iniciação Científica de Matemática lança edital específico para selecionar estudantes interessados nas vagas dos Polos de Iniciação Científica de Matemática (PicMat), distribuídas em diversos municípios do Estado do Espírito Santo.

Com duração aproximada de seis meses e carga horária semanal de quatro horas presenciais e uma hora online, totalizando 80 horas, os estudantes de iniciação científica participam de aulas/encontros de aprofundamento de estudos de Matemática, oportunizando o desenvolvimento dos seus conhecimentos matemáticos, por meio de Resolução de Problemas.


Os PicMat 2019

Conheça nesse espaço os diversos Polos de Iniciação Científica de Matemática do Espírito Santo (PicMat 2019). Nesse ano, os PicMat foram separados em sete regiões do Espírito Santo, com oferta inicial de 1.150 vagas para estudantes do Ensino Fundamental – anos finais.

Conheça os PicMat 2019 por regiões do Espírito Santo:

  • Região Nordeste: Jaguaré e São Mateus
  • Região Rio Doce: Aracruz e Linhares
  • Região Centro – Oeste: Colatina, Governador Lindenberg, Marilândia, Pancas e São Roque do Canaã
  • Região Central Serrana: Itaguaçu, Itarana, Laranja da Terra, Santa Maria de Jetibá e Santa Teresa
  • Região Metropolitana: Cariacica, Guarapari, Serra, Vila Velha, Vitória e Venda Nova do Imigrante
  • Região Sudoeste Serrana e Região Caparaó: Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ibatiba, Iúna, Marechal Floriano e Muniz Freire
  • Região Central Sul e Região Litoral Sul: Cachoeiro de Itapemirim, Iconha, Itapemirim e Rio Novo do Sul

Um pouco da história dos PicMat


Os PicMat 2018

Em 2018, o Projeto de Iniciação Científica de Matemática ofertou 2.650 vagas, distribuídas para estudantes do Ensino Fundamental – Anos finais das redes municipais e estadual.

Os Polos de Iniciação Científica em Matemática (PicMat) implantados nos seguintes municípios de: Afonso Cláudio , Alegre , Alfredo Chaves, Aracruz, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Linhares, Marechal Floriano, Marilândia, Montanha, Muniz Freire, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória.

Veja na Galeria os momentos inesquecíveis dos PicMat 2018.





Os PicMat 2017

No segundo do Projeto de Iniciação Científica de Matemática foram ofertadas 1.250 vagas, distribuídas para estudantes do Ensino Fundamental – anos finais e Ensino Médio da Rede Pública Estadual do Espírito Santo.

Os Polos de Iniciação Científica de Matemática (PicMat) foram implantados nos seguintes municípios:

Alegre, Aracruz, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Guarapari, Governador Lindenberg, Ibatiba, Iconha, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Linhares, Laranja da Terra, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Muniz Freire, Pancas, Pedro Canário, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória.

Profissionais envolvidos nos PicMat 2017.

Na Galeria é possível ver os melhores momentos do PicMat 2017, com registros inesquecíveis dos estudantes e professores.


Os PicMat 2016

No primeiro ano do Projeto de Iniciação Científica de Matemática foram ofertadas 1.000 vagas, distribuídas para estudantes do Ensino Fundamental – anos finais e Ensino Médio da Rede Pública Estadual do Espírito Santo.

Os Polos de Iniciação Científica de Matemática (PicMat) foram implantados nos seguintes municípios:

Alfredo Chaves, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Iconha, Itaguaçu, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Linhares, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Muniz Freire, Pancas, Pedro Canário, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

Profissionais envolvidos nos PicMat 2016.

Na Galeria é possível ver os melhores momentos do PicMat 2016, com registros inesquecíveis dos estudantes e professores.